Liderança ou chefia? Entenda a diferença.

O papel da liderança acompanha o ser humano desde os primórdios. O homem que conduzia seu grupo aos locais mais propícios à moradia e dividia as tarefas da comunidade era o líder (ou chefe). Não por nomeação ou concurso como nos dias de hoje, mas por aceitação do grupo, intuição ou percepção de que seria mais vantajoso para todos se alguém estivesse no comando.

Até entre os animais é assim.

Segundo Bennis (1996), uma pessoa consegue viver só em uma ilha sem liderança. Duas pessoas podem sobreviver e até progredir, desde que haja total compatibilidade entre elas. Mas se forem três ou mais, uma delas precisará assumir o comando, ou o caos advirá.

Mas então, se este comportamento sempre existiu, qual a diferença entre liderança e chefia?

boss2
Yeah

A liderança pode estar em qualquer posto, uma vez que se trata de um comportamento, uma essência, e não necessariamente de um cargo hierárquico superior.

Já a chefia está relacionada a um cargo hierárquico superior.

Na verdade, o nome do cargo pouco importa quando se é líder, pois, como já citado acima, esta essência nos acompanha desde antes das definições de gestão existirem.

Vamos então às definições:

Chefia – Posto superior de uma hierarquia, ocupado por pessoa com as faculdades necessárias para comandar seus subordinados. Todas as organizações hierárquicas, como as empresas, os partidos políticos, religiões ou  governos, possuem chefes em diferentes níveis.

Liderança (Abrantes, 2009) – Maneira como as pessoas são conduzidas a executarem um ou diversos objetivos por meio da motivação humana.

Enquanto isso, deixo alguns questionamentos:

a) É possível ser chefe sem liderança? Qual o futuro da equipe de trabalho comandada por ele?

b) Em uma organização, o termo “chefe” foi abolido e os superiores passaram a se chamar “líderes”. Será que uma plaquinha nova na porta é capaz de deixar a equipe mais satisfeita e motivada?

the-office_gif

_____________________________________________________

Referências bibliográficas:

ABRANTES, José. 2009. Gestão da Qualidade. Rio de Janeiro : Interciência, 2009.

BENNIS, W. A Formação do Líder. São Paulo: Atlas, 162 p, 1996.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s