A importância de cuidar do seu produto até o final

Ando estudando e envolvida em projetos na área de vinhos. E aí que tenho alguns amigos que não gostam de vinho. É comum pessoas não gostarem de vinhos, embora isso me pareça tão incrível como alguém que não goste de chocolate ou queijo. Mas enfim.
Quando pergunto sobre o porquê de não gostarem, geralmente tenho respostas como: “muito pesado, me faz mal, acho forte…”
E as vezes fico pensando: será que tomaram um vinho bom?

(Calma que eu vou chegar na gestão do seu negócio…deixa eu contar história!)

senta
Senta, que lá vem a história.

Semana passada comprei um vinho que gosto muuuuito.
Dei aquela respirada, preparei minha taça, abri a garrafa e….
Putz, estava como um vinagre!
Mas eu AMOOOOO esse vinho!!! Caramba, como eu posso ter achado ele ruim?
Simples: MAU ARMAZENAMENTO.

Agora você imagina se eu fosse alguém que nunca tivesse tomado esse vinho antes?

Eu iria julgar e definir a sentença: esse vinho é ruim. Não gosto. Não é o meu estilo.

Então, querido empreendedor, eu lhe pergunto: de quem é a culpa por eu ter achado o vinho ruim?

Rapidamente relacionamos essa “culpa” ao bar, ao supermercado, ao distribuidor, a loja de vinhos….o que, de fato, é verdade, eles estão errados. Eles armazenaram mal, cuidaram mal e isso fez com que um produto em condições inadequadas chegasse até o cliente. No caso, eu. Mas a minha questão aqui é a seguinte: quem, no final das contas, vai sair perdendo mais, o mercado ou o produtor do vinho?

O cliente que experimenta um produto ruim, que teve uma experiência ruim, talvez nunca mais compre nada daquela marca!
– Ahhh…mas a culpa é do supermercado!
Não!
Quando você produz algo, direciona aos distribuidores e o produto chega ao cliente final, VOCÊ É RESPONSÁVEL PELO QUE O CLIENTE FINAL RECEBE. VOCÊ ATENDE DOIS CLIENTES: O DISTRIBUIDOR E O CLIENTE FINAL!

surpresa
A surpresa de ter que atender 2 tipos de clientes

E eu penso…meu pai do céu, quantos empresários se esquecem disso e, ansiosos pela venda em quantidade, relaxam no acompanhamento de seus distribuidores!

Quem vende por atacado para distribuidores, quem vende em escala, quem coloca seu produto para vender em lojas tem que se preocupar sim, com as condições nas quais o seu produto irá chegar até o consumidor final. É claro!

A preocupação de um produtor tem início na aquisição e preparação da matéria prima adequada e só termina depois que o cliente final consome. Só! Não dá para relaxar no meio do caminho acreditando que tudo ficará bem, porque não ficará.

É o SEU produto que o cliente vai levar para casa e é a você que ele vai associar a boa ou má experiência, não tem jeito!

Essa parceria entre Produtor x Distribuidor é fundamental!

Você tem alguém que distribui os produtos para você, coloca os seus produtos em algum ponto de venda? Então lidere esse processo de ajuda mútua que só traz benefícios.

Esclareça e oriente, informe os pontos fortes do seu produto, informe sobre a melhor maneira de apresentá-lo, a melhor maneira de expor, de manusear. Fale das vantagens frente aos concorrentes, fale do seu posicionamento e, principalmente: colha informações sobre as reações do cliente ao adquirir o seu produto! Lembre-se que no dia a dia, o contato do cliente é com o ponto de venda e não com você que produz! Resumindo: ajude o distribuidor a vender melhor o SEU produto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s