Conhecimento: um ativo que você usa para empreender ainda em um emprego

No meu último post, sobre Empreendedorismo X Empreendedorismo de Carreira, deixei uma questão sobre a necessidade do profissional se tornar uma Autoridade ainda dentro da empresa  que trabalha.

Independente da vontade de se empreender um negócio próprio ou não, a capacidade de se reinventar, adquirir, e, principalmente transmitir conhecimento, são peças chaves para que você possa ter opções de escolha, seja na sua vida pessoal ou em sua carreira.

Quando somos empregados em uma empresa, qualquer uma que seja, é comum que encontremos um “local seguro e confortável”, que nos atenda em nossas expectativas: salário, proximidade de casa, ideologia e, até mesmo, medo. O problema é que esse “local seguro” não e tão seguro assim. E quanto a isso, não estou tecendo nenhuma, nenhuma mesmo, relação com a crise do nosso país. Esse local não é seguro porque ele irá sabotar você.

É como se você, devido a uma forte chuva, resolvesse se abrigar em uma caverna, e, por muitos anos, lá permanecesse. Só que o dia clareou, os animais saíram, o sol brilhou e você, com medo da chuva, continuou lá. Você passou anos sem ver o sol, porque a caverna foi o lugar seguro que você encontrou.

É ótimo aprender coisas novas em uma empresa: sistemas, procedimentos internos, treinamentos motivacionais, as vezes até algum idioma. Só que, é muito comum também, que o horizonte de aprendizagem dentro das organizações esteja limitado às suas atividades diárias. Exemplo: você fica muito feliz porque irá fazer um curso de um sistema novo que a empresa irá implementar. Só que esse sistema só é utilizado nesta empresa que você está trabalhando. E você começa a acreditar que esse sistema pode representar algum diferencial no seu currículo. Só que não. Esse foi um conhecimento maravilhoso e útil (é claro), que você adquiriu para realizar suas funções da melhor forma.

Todavia, o que é bom para uma organização, não necessariamente será bom para outra. Ainda que do mesmo segmento. Isso se aplica a sistemas, mas também a normas, atividades de rotina, pessoas etc. E, se porventura, amanhã ou depois você não estiver mais nessa empresa, todo seu ultra master conhecimento terá que ficar guardado. Porque você entrou, por livre e espontânea vontade, na arapuca do conhecimento aplicado. Você sabia operar o sistema, mas não conhecia O Sistema. Seus conhecimentos estavam limitados à uma necessidade de aplicação. E não é culpa da empresa. É culpa sua.

curriculo
Meu currículo é bom sim

E como desviar da arapuca?

Encontrando caminhos alternativos e compreendendo que seu conhecimento precisa ir além.

Além das habilidades que você desenvolveu, e do aprendizado que você teve, será que você não poderia estudar mais e passar esse conhecimento a diante, multiplicar? Veja bem. Agora não estou me referindo a aprendizagem de um sistema específico. Aquilo foi apenas um exemplo. Agora estou me referindo ao seu conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes, que podem servir tanto para você, em sua jornada de desenvolvimento, quanto para a empresa. Me refiro ao seu Ativo.

Na aprendizagem de adultos, a melhor forma de adquirir conhecimento é ensinando outras pessoas, você sabia?

Essa é a pirâmide de William Glasser, ela representa a forma como os adultos aprendem.

piramide-de-aprendizado

Fonte: http://www.antroposofy.com.br

 

Perceba que quanto mais você multiplica o seu conhecimento, mais você aprende.

E é aprendendo e multiplicando, tornando-se uma referência, que conquistamos a nossa Autoridade. Você passa a ser uma pessoa que possui Autoridade para falar de determinado assunto.

Esse tipo de conhecimento não está condicionado aos limites da organização, sabe por que? Porque não foi só o conhecimento aplicado. Você aprendeu a transmitir conhecimento, a pesquisar, a se expressar, a falar em público, a se relacionar com pessoas etc.

Um bom instrutor de treinamentos adquire uma vivência, uma experiência que passa a ser considerada VALOR, passa a ser considerada um ATIVO. E é indiferente em qual empresa que ele irá atuar. É indiferente o sistema que ele irá ensinar. O valor do trabalho dele passa a ser medido pela sua capacidade em compartilhar, distribuir conhecimento, em se expressar. Passa a ser medido pela sua Autoridade, e, não mais somente por saber mexer e operar algum sistema.

Promover treinamentos coletivos, ministrar cursos, organizar rodas de discussão para melhoria dos problemas, organizar eventos internos, ações de integração… são atividades extra laborais, mas que beneficiam além da empresa, você diretamente. Você, empreendedor de carreira. Você SA.

huhul
Quero realizar coisas!!!

Tenho um amigo que nutre uma paixão por bicicletas. Ele se realiza com isso, é a paixão da vida dele. O que ele gosta mesmo é de pedalar, fazer viagens pedalando. Sabe o que ele fazia na empresa em que trabalhava? Organizava passeios com o pessoal do setor aos fins de semana, promovia viagens, atividades de integração que ajudavam a ambiência interna. Pois bem. O que ele fez quando foi demitido? Montou um grupo de “Bike e viagens”. Ele já carregava com ele toda a bagagem e experiência dos anos em que estimulou a equipe e compartilhou seu conhecimento. Ele USOU o conhecimento como ATIVO ainda na empresa.

Lamento informar que a mentalidade de “ah, mas eu não estou sendo pago para fazer isso, por que irei arrumar mais um problema? ” já foi, passou, não cabe mais nesse mundo que estamos vivendo. Principalmente se você quer empreender sua vida, carreira ou projetos.

Se você reclama do seu emprego, das suas atividades e pensa em empreender algum negócio, reflita sobre isso que acabei de escrever. Reflita antes de sair da empresa. Muitas vezes, mudando de ATITUDE diante das suas funções, você passará a olhar o seu trabalho com outros olhos. Tente converter suas tarefas chatas em algo que te gere valor pessoal e em algo que te permita aprender cada vez mais a ponto de se tornar uma Autoridade. Saia da caverna.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s