Empreendedora, mãe, viúva: o que podemos aprender com a Veuve Clicquot?

Quando eu vejo um Engenheiro, colega de profissão, virando o nariz para o pequeno produtor, eu tenho apenas pena. Engenhar é desenvolver soluções, seja para a grande indústria, seja para o pequeno. E eu trabalho muito tentando disseminar essa mentalidade. Se hoje você toma um Champagne clarinho, sem sedimentos, é graças a uma empreendedora chamada Barbe Nicole. É graças a uma viúva, mãe, que teve … Continuar lendo Empreendedora, mãe, viúva: o que podemos aprender com a Veuve Clicquot?

Entregue VALOR e não PREÇO

Essa semana veio à mídia o triste episódio sobre a Casa de Festas que encerrou suas atividades e simplesmente abandonou o contrato que mantinha com os clientes. A Casa, alegando não possuir condições financeiras de continuar, decretou falência e fechou as portas. Simples assim. E os Clientes, como ficaram? Acredito eu, a maioria deve entrar com alguma ação para recuperar seus direitos na justiça. O sonho da festa? … Continuar lendo Entregue VALOR e não PREÇO

A importância de cuidar do seu produto até o final

Ando estudando e envolvida em projetos na área de vinhos. E aí que tenho alguns amigos que não gostam de vinho. É comum pessoas não gostarem de vinhos, embora isso me pareça tão incrível como alguém que não goste de chocolate ou queijo. Mas enfim. Quando pergunto sobre o porquê de não gostarem, geralmente tenho respostas como: “muito pesado, me faz mal, acho forte…” E … Continuar lendo A importância de cuidar do seu produto até o final

Funil de Vendas

Já ouviu falar em “Funil de Vendas”? Algumas pessoas acreditam que farão uma página com os seus produtos ou vão distribuir folhetos pelo bairro e pá! Em alguns momentos milhares de visitantes irão clicar no botão Comprar ou centenas de Clientes irão aparecer e tudo estará resolvido. Existem também os que pensam: “Não posso iniciar um negócio agora porque não tenho condições de fazer para … Continuar lendo Funil de Vendas

Eu experiencial x Eu recordativo: qual deles é o seu cliente?

Gostaria de iniciar este post falando sobre a tangibilidade dos produtos. Todo produto é tangível? Se compramos produtos intangíveis, o que compramos então? Um passeio turístico, uma maquiagem, um jantar, um par de botas, ingressos para o show de sua banda favorita…você concordaria se eu dissesse que o produto excede aquilo que imaginamos adquirir? Se quem compra maquiagem, compra esperança de beleza; o produto não … Continuar lendo Eu experiencial x Eu recordativo: qual deles é o seu cliente?